ÂNGULO PRODUÇÕES

ÂNGULO PRODUÇÕES
Serviço Profissional de Fotojornalismo e Vídeojornalismo - Informações Ligue (11) 2854-9643

quinta-feira, 25 de maio de 2017

COMÉRCIO X AMBULANTES EM POÁ, CHEGOU A HORA DE TODOS DISCUTIREM ESTE ASSUNTO


A gota d'água sobre este tema foi a última que entornou o copo deste assunto, e deixou o prefeito de Poá Gian Lopes de saia justa nesta semana, pela ação dos fiscais sob o comando do diretor de departamento de fiscalização de Poá Wagner Gabanella, que também já foi diretor da Câmara de Poá.

Os fiscais apreenderam mandiocas e morangos, de ambulantes que vendiam nas calçadas da área central da cidade. Tatiane Gomes Peixoto passava pelo local se indignou e fez um vídeo, o qual foi postado na página de debate POÁ COM ACENTO, e compartilhou com poucas pessoas.

Mas como que em um rastilho de pólvora tomou conta das redes sociais, e algumas pessoas que estão com os nervos e paciência à flor da pele, começou a culpar o edil poaense pela ação, e misturaram o tema cobrando mais segurança, saúde, estre outras reivindicações.

O pais vive um momento de crise política. Na mídia as notícias veiculadas são de corrupção, desvios de verbas pública, furtos, assaltos, falta de médicos, enfim. Isto vai levando uma mensagem subliminar na mente das pessoas, explica Adilson Santos que vem pesquisando e estudando o tema em formação coaching.

Bastou para que as pessoas ficassem revoltadas  e começaram debater e descarregar suas emoções de revolta não só nas redes sociais, como em toda a cidade este era o tema nas rodas de conversas e cafés. 

 
O TEMA É DA SOCIEDADE E TEM QUE SER DEBATIDO
Este tema de comércio ambulante, é mais do que o momento oportuno de todos discutirem. Não adianta jogar toda a culpa no prefeito, na crise, no desemprego ou vereadores, o problema é de todos, e este é o melhor momento para discutimos o tema em audiências pública em uma ação de força tarefa, pois não podemos esquecer que a cidade de Poá é uma Estância Hidromineral, que já vem perdendo seu título e corre o risco de perder totalmente de vez.

O tema é complexo e sério, e envolve não só esferas do governo municipal como suas autoridades, como também outras forças vivas, que tem que agora se unirem e juntos resolvermos o problema.

Os comerciantes ambulantes tem que constituir uma associação para terem sua representatividade legal, a ACIP tem que ser consultada, junto com o Sebrae, Oab, pastorais da igreja católica, ong's, enfim, todos junto com as autoridades do Poder Público, que tem que chamar para audiência pública, e levarmos não só o assunto dos ambulantes a sério, como trabalhar a cidade e seu potencial turístico, com formação, capacitação e geração de renda.

A prefeitura de Suzano, já vem trabalhando no tema, onde firmaram parceria como mostra conteúdo do Jornal Evangélico, inclusive com capacitação, isto desde 2009. Sem contar que a própria associação comercial solicitou providências e retirada dos ambulantes, que teve apoio do comércio local.

Neste começo do ano, o prefeito Rodrido Ashiushi de Suzano, começou uma ação com ambulantes na cidade, e foi feita uma campanha para depois ser tomadas as medidas. Segundo a TV Diário, havia 200 ambulantes sem licença. Mas a cidade, já tem o seu shopping popular. E na cidade vizinha também teve apreensões e fiscalização efetiva, como mostra matéria na mídia, inclusive com ação integrada.

Após isto, comerciantes ilegais foram retirados das ruas. O momento é agora, pois não adianta varrer a sujeira para debaixo do tapete e ou fingir que a cidade esta linda e maravilhosa. Não esta mesma, pois com esta onda de desemprego e falta de oportunidade, qual pai ou mãe de família, que em uma atitude de empreender, compra uma dúzia de limão e vai fazer uma limonada para vender nas ruas da cidade.

E não tem lugar melhor, do que nas ruas centrais afinal, são nelas que circulam um número maior de pessoas. Ou nas saídas da estação ferroviária, ponto de passagem de quem trabalha, que pela manhã pode tomar um cafezinho com um pedaço de bolo, e na volta comprar um pé de alface ou comer um espetinho, antes de chegar em casa ou na escola.

Adilson Santos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação e interação, o seu comentário será avaliado, para depois ser postado.

Continue postando os seus comentário.