ÂNGULO PRODUÇÕES

ÂNGULO PRODUÇÕES
Serviço Profissional de Fotojornalismo e Vídeojornalismo - Informações Ligue (11) 2854-9643

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Lojas Marisa em Poá atrapalha transito de pedestre

Desde ontem a noite, quando este blogueiro passou na Lojas Marisa, que esta localizada no centro da cidade de Poá (SP), loja que fica na esquina da Avenida 9 de Julho com a Rua Marina La Regina -  percebi que foi instalado um poste de anergia elétrica, onde foram tirados os bloquetes da calçada, amontoados ali mesmo. Junto havia também terra e entulho, tudo isto atrapalhando o fluxo de pedestre, em uma avenida de grande circulação, sendo que a mesma já é estreita e sem nenhum tipo de sinalização.

O pedestre é jogado na rua, onde não consegue trafegar pela calçada, não tendo nenhum tipo de sinalização. E o que não dizer, das pessoas de mobilidade reduzida, e ou pessoas de idade, que para não cair no buraco, vão para a rua, volto a dizer - Sem nenhum tipo de sinalização.

Hoje, dia 25 de novembro de 2011, por volta das 9h30, passei pela loja, onde fui atendido pela funcionária Simoni, a qual me informou que a gerente Meire não estava, mas sendo a responsável pela loja, onde perguntei o motivo dos buracos e bloquetes na calçadas.

Simoni disse que isto era um problema do departamento de engenharia e não sabia dizer, pois não era da engenharia. Perguntei o contato da engenharia, onde me disse não ter. Solicitei então que ela a gerente Meire entrasse em contato comigo, onde deixei o meu cartão, mas até as 15h00 de hoje não tive o retorno.

Departamento de Fiscalização de Poá, não funciona com qualidade
Em seguida liguei para o Departamento de Fiscalização, onde procurei pelo Diretor Jaime o qual não estava, mas informei o assunto, onde a pessoa me disse que iria um fiscal até o local para verificar a calçada, e deixei meu telefone e solicitei, se possível for, o diretor me retornasse a ligação.

Agora a pouco, por volta das 14h30, liguei para a fiscalização (11) 4634-8833, onde fui atendido pelo Lucas, o qual perguntei se poderia falar com o diretor Jaime, ele disse que não estava, mas fui atendido pela assessora Beatriz.

Informei a Beatriz o assunto, ela disse que já estava registrada a reclamação e que os fiscais já haviam ido ao local. Perguntei o que havia acontecido, e se o diretor Jaime, havia recebido o recado. A servidora disse que o diretor não voltaria mais hoje, e que era ela a responsável no momento pelo departamento.

Beatriz não gostou que perguntei se o local já havia sido visitado ou não, e qual era o desfecho da reclamação, ela irritada desligou o telefone, não informando o resultado da reclamação. Mostrando que não tem neste departamento respeito pelo cidadão, e muito menos qualidade no atendimento.

Liguei novamente, onde falei com a Beatriz, sendo que solicitei a ela no nome do funcionário que me atendeu no período da manhã, ela disse que não sabia quem era. Informei a Beatriz, que o mesmo havia se identificado como Valdir, ela disse irritada que o Valdir não trabalha mais lá. Solicitei a ela novamente, para que o diretor Jaime me ligasse se possível fosse, para eu conversar com ele, pois ela já estava se descompensando no diálogo.


Poá, terra que a lei só funciona para quem não tem colega, amigos ou outros no poder

Desde quando começou a reforma deste prédio, onde era a Lojas Nancy, tem descomprimento da lei, pois funcionários trabalhavam sem equipamentos de segurança.

Funcionários da administração pública de Poá, tem se queixado, que a lei, só funciona para quem não é do grupo do prefeito, ou é contra o governo do Testinha (Francisco Pereira de Sousa), pois pode tudo, até caçambas em locais irregulares, fora a fiscalização vista grossa para o Transporte Escolar, informou certa feita um funcionário que claro, pediu anonimato.

Se não fosse só isto, os pedestres ficaram muito tempo, sendo jogados na rua, como mostra o vídeo abaixo - Veja:



Sendo assim, esta mais do que provado, que a Lojas Marisa em Poá, não tem o mínimo de preocupação com o quesito: "Responsabilidade Social" - sendo meramente explorado na área de marketing da empresa, mas não colocado em prática.

Caso queiram questionar a Lojas Marisa nas Redes Socias
Twitter: @voudemarisa
Facebookhttp://www.facebook.com/voudemarisa

Lojas Marisa
Ramo de atividade: varejo de vestiário
Empregos gerados em todo Brasil: 4,9 mil
Faturamento: R$ 1,2 bilhões
Respeito com os pedestres da Estância Hidromineral de Poá (SP): Nenhum
Fonte: casosdesucesso.com



segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Casas Bahia oferece, vende cozinha Juliana, mas não tem produto para entrega


No dia 08/11/2011, fomos (eu esposa) até a Casas Bahia da Avenida Pires do Rio comprar Cozinha Juliana Bartira, balcão duplo, código 6453813, o vendedor, com a anuência da gerente, vende o produto, o qual não tem na loja, e muito menos no depósito para entregar.

Perguntei para o vendedor e gerente, o motivo do produto estar sendo exposto na loja, oferecido, e vendido, mas não tendo no depósito para entrega, e somente após o cliente efetuar a compra, é informado de que o produto, só será entregue daqui a 15 dias, sem contar no prazo de montagem do mesmo, o qual não foi dada previsão, pois segundo eles, primeiro tem que ser feita a entrega, para depois agendar a montagem.

No dia 09/11/2011 às 18h21, pelo Twitter, entrei em contato com a empresa, com a seguinte mensagem: “@casasbahiacombr engando clientes que vão na loja, pois tem exposto o produto Balcão Duplo Buffet Bartira Juliana Cód. 6453813, mas não tem para entregar. Como fica?” - A empresa não deu retorno.

Já no dia 12/09/2011 às 16h29 enviei via Twitter a mensagem: “@bahia_casas @casasbahia_sac @casasbahiacombr enganando clientes que vão na loja, pois tem exposto o produto Balcão Duplo Buffet Bartira Juliana Cód. 6453813, mas não tem para entregar. Como fica?”

No dia 12 mesmo, recebi o retorno via Twitter, que pediu meus telefones, onde após eu passar , recebi contato com a funcionária Larissa Neves, do Departamento de Redes Sociais, onde após eu passar o código do produto, confirmou que era a Cozinha Juliana Bartira Preto e Branca, onde a mesma não tinha na empresa para entrega.

Perguntei o motivo da empresa expor na loja, do vendedor oferecer o produto - de na loja a gerente saber e não tomar providências, a qual poderia ter um aviso escrito, informando que o produto não tinha para entrega, com entrega prevista para daqui a 15 dias. Ela não soube informar.

Após não saber explicar o porque da empresa agir assim, disse que somente após dez dias úteis, a empresa entraria em contato comigo, para dar o retorno, onde me passou o protocolo 11507514. Quando perguntei o motivo da demora, haja vista ela ter pedo o contato por um canal de rede social, ela informou que devido ao feriado, não seria possível dar o retorno antes deste prazo.

Resultado

A Casas Bahia oferece, expõe, vende a Cozinha Bartira Juliana, mas não tem para entrega.
Dedicação total de engodo ao cliente.

sábado, 12 de novembro de 2011

Justiça condena prefeito Testinha

Decisão do juiz Alessander Marcondes pode ser recorrida no Tribunal de Justiça; medida não tem efeito prático

Por Jamile Santana Jornal Mogi News

O juiz do Fórum de Poá, Alessander Marcondes França Ramos condenou o prefeito de Poá, Francisco Pereira de Sousa (PDT), o Testinha a perda do mandato, além de pagar uma multa de mais de R$ 300 mil e suspender seus direitos políticos por dez anos.

A decisão foi publicada no último dia 8 e o prefeito pode recorrer após 15 dias da publicação no Diário Oficial do Estado.
A sentença não tem efeito imediato. Isso só ocorrerá quando forem esgotados todos os recursos em instâncias superiores, como o Supremo Tribunal Federal.

A ação civil foi movida pelo Ministério Público no ano passado. Nela, o MP denunciou a utilização da cor laranja na pintura de prédios públicos e carros oficiais da Prefeitura, mesma cor que predominou os artigos de campanha de Testinha durante disputa eleitoral em 2008.

Em seu parecer, o juiz afirma que o prefeito violou o parágrafo 1º do artigo 37, da Constituição Federal, e ainda, o caput do artigo 9º, bem como artigo 11º da Lei 8.429/92 ao aproveitar a facilidade do cargo para fazer propaganda pessoal e contínua distribuição de uniformes, ofícios e comunicações oficiais com a sua marca.

Além da suspensão dos direitos políticos, o prefeito Testinha terá de pagar uma multa com valor equivalente a vinte e quatro vezes o seu salário que é de R$ 12,5 mil.

O Diário do Alto Tietê procurou a assessoria de Imprensa da Prefeitura. O órgão, no entanto, informou que não irá se pronunciar até que a administração municipal seja notificada oficialmente da decisão. Depois disso, o prefeito deverá recorrer no Tribunal de Justiça.

No ano passado a Prefeitura conseguiu por meio de uma liminar concedida pelo Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo o direito de não substituir a cor laranja predominante nos prédios públicos sob pena de multa.

Na ocasião, a secretária de Assuntos Jurídicos de Poá, Erivânia El Kadri, responsável pelo recurso defendeu que o prazo concedido pelo juiz para a troca das cores foi muito curto (60 dias) e que a ação civil tem cunho pessoal.

Fonte: http://www.moginews.com.br/materias/Default.aspx?ided=1384&idedito=16&idmat=107952


Juiz condena Testinha a perda do cargo por uso indevido da cor laranja


Do Jornal Diário de Suzano

O juiz Alexander Marcondes França Ramos, da 1ª Vara Cível de Poá, julgou procedente a ação cível de improbidade administrativa contra o prefeito Francisco Pereira de Souza (PDT), o Testinha, pelo uso indevido da cor laranja para a pintura de bens públicos.

O caso acontece desde o início da gestão de Testinha, em 2009. No processo nº 462.01.2010.003662-4, o juiz condenou o prefeito a perda do seu cargo público, pagamento de multa civil no valor de 24 vezes a remuneração de Testinha na época dos fatos, proibição de contratar com o Poder Público ou receber qualquer benefício ou incentivo fiscal ou creditício por dez anos, suspensão dos direitos políticos pelo mesmo período, ressarcimento do dano com juros de 1% ao mês a partir da citação.

Procurada pela reportagem, a Prefeitura informou, por meio de sua assessoria de imprensa, que ainda não foi notificada, mas assim que receber a comunicação, entrará com recurso. "O município de Poá não conta com cores oficiais, mas há algumas referências legislativas.

Desde 1951 há determinação para pintura de postes em cor azul - comumente associada a água ou ao céu - para delimitação do perímetro urbano (fl. 345 - Lei municipal 182/51). A lei municipal 762/63 (fl. 346) previu o Pavilhão municipal inserido em tecido cor creme com o brasão municipal.

Considerando a natureza e a tradição política da cidade de Poá, bem como sua história, sempre se fez referência à fonte áurea e a importância das águas, não havendo nenhuma indicação, mesmo que secundária, para a coloração laranja.

A adoção de tal modalidade cromática destoou, portanto, da tradição, história, uso, costume locais e decorreu de singela vontade do réu e por ser fato notório, independeria de prova na forma do artigo 334, I, do Código de Processo Civil.

Prefeitura
A Prefeitura informou que o prefeito Testinha ainda não foi notificado da decisão. Quando isso acontecer vai tomar as medidas cabíveis.

Fonte: http://www.diariodesuzano.com.br/noticia.php?id=260754

Assista a reportagem em vídeo na TV Diário

Click no Linkhttp://migre.me/6af34

domingo, 6 de novembro de 2011

#Ameaça - Blogueiro Adilson Santos recebe mais uma ameaça

Acabei de receber mais uma ameça em uma postagem de um covarde, o qual se incomodou com as cobranças que venho fazendo como cidadão - veja:


Anônimo deixou um novo comentário sobre a sua postagem "DENÚNCIA – BANHEIRO NA PREFEITURA DE POÁ É USADO P...": 

"cuidado onde mexe seu ze mane "

Publicar 
Excluir 
Marcar como spam 

Moderar comentários para este blog. 

Postado por Anônimo no blog Adilson Santos - fotógrafo em 6 de novembro de 2011 10:03

A ameça veio na postagem -

DENÚNCIA – BANHEIRO NA PREFEITURA DE POÁ É USADO PARA PROSTITUIÇÃO E CONSUMO DE DROGAS


Isto mostra o quanto jogam sujo, pessoas da; ou ligados a administração da cidade de Poá que esta sob a gestão de Francisco Pereira de Sousa, o Testinha. Onde como já disse o vereador Deneval Dias do Nascimento, atual presidente da Câmara: " Em política vale tudo, só não vale perder".

Seja racional
Onde já se viu, uma administração pública, onde o cidadão denuncia um serviço público que não esta funcionando direito, onde dentro de um órgão público, esta sendo cometido atos ilícitos, onde este blogueiro recebeu a denuncia de que lá estava havendo prostituição homossexual, uso de drogas, e que somente após ser denunciado, foi tomada medidas paliativa.

Já não é a primeira vez que recebo este tipo de ameça, onde basta publicar o que o governo do prefeito Testinha faz, onde vivendo em um pais democrático, faço as cobranças como cidadão, pagador de impostos que sustenta o serviço público, onde em um ato terrorista, sofro ameaças.

Tal ou tais postagens, de cobrança, incomodam membros do governo, como o próprio Pastor Marcos Dornel (que hoje trabalha na Secretaria de Cultura de Poá), que presenciou e ouviu, palavras que foram ditas: "Fizemos uma armadilha pra você..'. Ou seja, é o verdadeiro jogo sujo do poder.

Pois como disse, esta não é a primeira, e com certeza não será a última, algumas, com palavras de baixo calão - onde já foram tomadas medidas, pois tem como ser identificado IP do computador enviado, e no momento oportuno eu ou outra(s) pessoa irá fazer a revelação necessária. Mas esta resolvi tornar público, para que o povo veja a que ponto chegamos na cidade de Poá.

Esta postagem, juntamente com as outras, estarei encaminhando a Polícia, para que tome as medidas necessária.

Bom Domingo a todos.

sexta-feira, 4 de novembro de 2011

#Dengue Prevenção

Prevenção

Veja que, com medidas simples você pode combater a dengue:

  • Não deixe água acumulada sobre a laje.
  • Manter o saco de lixo bem fechado e fora do alcance dos animais até o recolhimento pelo serviço de limpeza urbana
  • Manter a caixa d’agua completamente fechada para impedir que vire criadouro do mosquito.
  • Manter bem tampados tonéis e barris d’água.
  • Encher de areia até a borda os pratinhos dos vasos de planta.
  • Lavar semanalmente por dentro, com escova e sabão, os tanques utilizados para armazenar água.
  • Se você não colocou areia e acumulou água no pratinho de planta, lavá-lo com escova, aguá e sabão. Fazer isso uma vez por semana.
  • Remover folhas e galhos e tudo que possa impedir a água de correr pelas calhas.
  • Jogar no lixo todo objeto que possa acumular água, como embalagens usadas, potes, latas, copos, garrafas vazias e etc.
  • Se você tiver vasos de plantas aquáticas, trocar a água e lavar o vaso principalmente por dentro com escova, água e sabão pelo menos uma vez por semana.
  • Colocar o lixo em sacos plásticos e manter a lixeira bem fechada. Não jogue lixo em terrenos baldios.
  • Lavar principalmente por dentro, com escova e sabão, os utensílios usados para guardar água em casa, como jarras, garrafas, potes, baldes, etc.