ÂNGULO PRODUÇÕES

ÂNGULO PRODUÇÕES
Serviço Profissional de Fotojornalismo e Vídeojornalismo - Informações Ligue (11) 2854-9643

quinta-feira, 31 de março de 2011

Mais trabalhos para os servidores do Tribunal de Justiça, pois terão que atender o público das 9h às 18h


Da Agência Brasil
Brasília - O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) aprovou novo horário de atendimento ao público para o Poder Judiciário. Todos os tribunais e demais órgãos jurisdicionais terão de atender das 9h às 18h, no mínimo.

O novo expediente vale para segunda a sexta-feira e precisa respeitar o limite de jornada de trabalho dos servidores. Até então, o horário era estipulado em oito horas corridas. Cada órgão cumpria esse horário da forma que melhor lhe conviesse.

A mudança atende a pedido de providências da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) em Mato Grosso do Sul. Por causa dos diferentes expedientes que alguns tribunais adotaram, quem precisava dos serviços jurídicos estava sendo prejudicado. Quem relatou o processo foi o conselheiro Walter Nunes da Silva Júnior.

quarta-feira, 30 de março de 2011

Albert Einstein ou Marilyn Monroe???


Se você olhar esta imagem de perto verá Albert Einstein.

Mas, se vc se afastar cerca de 5 metros verá Marilyn Monroe.



E eu me levantei prá ver... é legal !!!



terça-feira, 29 de março de 2011

Ouvir e Crer de Poá recebe Meninas dos Olhos de Deus no Nepal

Pr. Silvio, responsável pelo trabalho no Nepal, junto com
as crianças
No próximo dia 30 de março às 20 horas, a Igreja Ouvir e Crer de Poá (SP), estará recebendo as Meninas dos Olhos de Deus no Nepal, em um culto de louvor e adoração a Deus.

Elas estão no Brasil, onde participaram de um encontro profético, e gravaram um Cd para levantar recursos para as casas no Nepal, pais que faz um trabalho de ressocialização destas vidas.

Este grande trabalho de altíssima relevância social para a humanidade, é realizada pela MCM (Missão Cristã Mundial) onde atuamente atende 153 meninas e crianças, mas o projeto tem como objetivo alcançar 3.000 vidas até 2012.

Conheça o projeto( http://www.meninasdonepal.com/index_arquivos/Page3318.htm)
http://www.meninasdonepal.com/


Veja as fotos, click na foto abaixo e abra o álbum de fotos
Meninas dos Olhos de Deus Nepal no Brasil

Diário de Viagen ao Brasil
As meninas embarcaram às 23:40 (hora local do Nepal) domingo, dia 20 de Março. Fizeram conexão em Doha e chegaram em SP aproximadamente as 16:30 dessa segunda, dia 21 de marco. O check-in no Qatar foi tranquilo, mas a Imigração nepalesa complicou, barraram elas por uma hora aproximadamente, a Mamata nos ligou depois e disse que lutou para vencer os oficiais da imigração nepalesa, mas provou com os papeis de repatriação que era uma organização anti-tráfico.

Depois as liberaram e nós todos estávamos na van do lado de fora do aeroporto. Então elas ligaram novamente já dentro do avião para a glória do Senhor e de nossa casa, vimos o avião decolando e as abençoamos mais uma vez.

Tudo hoje aqui foi muito bom, na verdade, 8 estão indo, mas todos os 183 corações nas casas e todos os obreiros brasileiros, estão indo com elas no Espirito, houve muita unidade e todas as meninas das casas vão estar em oração e cobrindo elas no Brasil.

Obrigado a todos vocês no Brasil, na MCM, em SP, no Sul e todos os outros lugares que estão trabalhando por elas, em agenda, hospedagem e tudo mais. Deus os abençoe!
Pr. Silvio e a toda a família dos Himalaias

Serviço:
Ministério Ouvir e Crer
Rua Dário Carneiro,21 - Centro - Poá - SP - Brasil
Data: 30 de março de 2011 às 20 horas

domingo, 27 de março de 2011

Poá completa aniversário. E o que a cidade tem para comemorar?

Poá completa aniversário. E o que a cidade tem para comemorar?

Vindo trabalhar hoje, andando pela área central de Poá (SP), vim pensando. O que a cidade tem para comemorar? Como cidadão, o que eu enxergo de bom na cidade, a qual tem o seu maior orçamento, e um prefeito que esta a frente da cidade por mais de dois anos?

Mas uma cidade, tem diversos problemas, e toda responsabilidade, não é só da prefeitura, mas de cada cidadão que vive nela, do comércio, industria, ou seja, de todos que usam, disfrutam, trabalham ou nela vivem.

Foi então, que tirei algumas fotos, as quais as imagens mostra o verdadeiro retrato da cidade. Vamos a elas.

Para ver os detalhes da foto, clique na mesma para ser ampliada.

Logo quando se chega a Poá, o turista, visitante ou o cidadão que for usar a passarela a qual dá acesso a estação de Trem da CPTM, pode sentir o grande fedor de urina, onde por falta de um banheiro público descente na cidade, ( banheiro perto da estação, é privilégio só dos taxistas), pois a CPTM diz que a manutenção e limpeza, é de responsabilidade da Prefeitura.
Tem também, ou melhor, não tem um corrimão, pois as pessoas de mobilidade reduzida, que se dane.


Temos um espaço cultural, denominado Casa da Estação, onde poderia no mês de aniversário, e domingo hoje, ter uma exposição, e visitação do público da cidade, que trabalha a semana toda. Mas no local, foi entulhado os livros da Biblioteca Municipal.


Tem estas barracas, que vendem diversos artigos, onde é normal comprar produtos vindo do Paraguai, sem nota fiscal, mas incentivado pelo Poder Público local que não fiscaliza, e faz vistas grossas.  Tem também logo acima, uma de churrasquinho a qual não parece na foto, mas usa água da Prefeitura, para uso particular.


Este é um dos cestos de lixo, que a cidade tem, após 2 anos de administração, do prefeito Testinha.

Esta é a agencia do Banco do Brasil, na Praça Rui Barbosa, o que será que o mestre Rui diria de ver seres humanos dormindo neste local durante o dia?



Estas pessoas são seres humanos, tanto quanto a pessoas que trabalham na Secretaria de Promoção Social. Onde estão agora?



Mais barraquinhas que ocupam espaço na Praça Rui Barbosa, pois parte delas foram tiradas da calçada da CPTM, a pedido da mesma.


Este é o interior da Praça Rui Barbosa, precisa dizer algo ainda?


Praça Rui Barbosa ainda, onde não tem manutenção, mas o que as árvores da praça recebe, são sacos de lixo.


Ainda a Praça Rui Barbosa. Sem comentário.

Estado da calçada na Rua Leonor Bolsoni Marques da Silva


Esta é uma banca a qual foi removida da Praça Atílio Santareli, e foi colocada aqui. Fica a pergunta: Será que foi para não levantar mais as placas sobre o rio em dias de chuva?



Aqui, tinha um poste de aço, mas o mesmo foi removido de maneira precária, onde o pedaço de ferro que ficou, pode furar pneus de automóveis, ou outros tipos de transtornos

Aqui um pouco de um lado da avenida 9 de julho, quem quiser pode comprar DVDs pirata tranquilamente

Já do outro lado da calçada, em frente a loja das Casas Bahia, havia também alguém vendendo DVDs pirata

Buraco na calçada. Será que tem que causar algum acidente para que seja feita uma manutenção?

Na calçada em frente ao Magazine Luiza, ela usa um equipamento de publicidade, o qual atrapalha o transito de pedestres, não se preocupando se o local pode passar ou não um deficiente visual


Nesta faixa de pedestre, que sai da Avenida 9 de Julho, para a Travessa Silvério Pereira Jordão, onde tem uma faixa de pedestre a qual não recebeu pintura no mês de aniversário, afinal, não foi neste local que houve o desfile ontem, pois na Travessa José Calil, que recebeu o desfili cívico ontem, teve suas faixa pintadas.
Sem contar que neste local, os ônibus entram com velocidade, nem sempre respeitas os pedestres, onde um já teve a perna esmagada por um coletivo



Aqui neste terreno o qual tem uma obra, dá para ver um fio, no estilo gambiarra onde até onde tudo indica, esta havendo um furto de energia elétrica, pois não tem uma entrada provisória, nem definitiva, mas o que pode notar, é um gato na ligação da energia elétrica. E isto, em frente ao Forum


Aqui nesta calçada da Avenida 9 de julho, altura do número 500, a calçada esta fora dos padrões de acessibilidade, mas aqui foi feito quando o prefeito era Roberto Marques


Veja a faixa de pedestre, a mesma foi pintada, somente na semana que recebeu o desfíle, já no resto da cidade, tem um monte sem manutenção. E falte de dinheiro não é por parte da Prefeitura



Esta faixa de pedestre também foi pintada, pois o desfile cívico foi uma rua abaixa, mas la na Travessa Silveiro Pereira Jordão com a Avenida Nove de Julho, lugar de grande fluxo, esta abandonada

Aqui é o cruzamento da Avenida Nove de Julho, com Antonio Massa, local que vez outra, acontece feiras de automóvel, mas o que pode ser visto no prédio abandonado ao fundo, é muito lixo. 

 Lixo
 Lixo
Lixo no mijódromo do Frank Aguiar, pois ele escolheu este lugar para fazer xixi, quando esteve em campanha política aqui na cidade no ano passado, onde mesmo orientado a ir para outro local, fez ali mesmo sua necessidade fisiológica, e depois saiu nas ruas pegando nas mãos das pessoas, pedindo votos, e abraçando as mulheres dando beijinhos e aperto de mão
 Lixo


Esta é uma parte da cidade de Poá (SP)

De quem é a culpa?

quinta-feira, 24 de março de 2011

Disque Denuncia da CPTM 7150-4949, é um serviço inoperante


Imagem distorcida, em protesto ao
DesServiço oferecido a CPTM,
onde anuncia um serviço
que não funciona

Hoje, após reunião com a ouvidoria da CPTM na estação Dom Bosco, onde este bloqueiro questionou alguns serviços, ou melhor, DesServiços, praticados por empregados da empresa, o qual tanto a ouvidoria como o chefe da Linha 11 informou que iria ter uma melhora.

Mas enquanto o Metro esta comemorando o serviço de SMS implantado recentemente, o qual foi pioneiro na CPTM. Já o primeiro implantado não funciona, pois no dia de hoje, às 12h02, enviei informação(ões) para o serviço que recebe mensagens de texto pelo número 7150-4949, mas até o momento não recebi o retorno.

Em contato pela tarde toda hoje com o empregado da CPTM Mario, do departamento de Ouvidoria, o qual ficou de ver o que estava acontecendo, mas até o momento, o qual acabei de fazer um teste, mas não tive retorno, ou seja. O serviço continua inoperante.

No sítio da CPTM (http://www.cptm.sp.gov.br/e_seguranca/disque_denuncia.asp) via este link, o qual faz uma tremenda proganda enganosa, afirma que o serviço funciona, mas não passa de pura balela.

O usuário da CPTM, o qual vai receber em breve usuários pela Copa do Mundo, ainda usa os usuários como cobaias do seu sistema, onde paga um valor bem pago pela passagem, mas não tem um serviço de qualidade.

Que vergonha em senhor presidente da CPTM.

Já que perguntar não ofende, será parte isto do Expansão São Paulo?

Com a palavra o ex-governador José Serra que implantou o programa e o atual governador Geraldo Alkimin que ficou com o abacaxi.

Enquanto isto, tome deserviço.


quarta-feira, 23 de março de 2011

Fernando Fellipe vem ai

O ex-secretário de Comunicação de Poá Fernando Felippe após ter aparecido em um jornal da cidade, ao lado do ex-prefeito Eduardo Carlos Felippe, o Eduardão, onde ainda é comentário nas rodas política da urbe, esta de volta, ou seja, ele vem ai.

No ano passado, quando a presidenciável Dilma Rouseff passou de Suzano para Ferraz de Vasconcelos, onde ele saudou ela com faixas na cidade, foi motivo de muitos comentários.

Agora Fernando esta de volta, onde vai colocar diversas faixas saudando a cidade, e sua população, pelos seus 62 anos de vida político administrativo, conforme este blogueiro apurou a pouco, em um canal de rede social.

Interessante, é que na faixa de Fernando Felippe, tem um coração. Coração este que Eduardão já usou. Será que esta havendo ai uma aliança política? Ou será apenas mais um dos diversos balões de ensaio. Vamos aguardar.

Veja em primeira mão aqui, foto da faixa.









VERGONHA - Falta remédio no Hospital de Poá (SP) - A cidade também tem uma saúde doente

A pouco fiquei sabendo de um amigo, o qual me disse que tem um parente que precisou usar o Hospital Municipal Guido Guida, onde a pessoa internada, foi medicada, mas pasmem, não tinha o remédio no hospital.

Com a palavra o prefeito municipal Francisco Pereira de Sousa (PDT), que quando candidato e vereador, dizia que a saúde seria sua prioridade, no parlamento criticava seu antecessor, e uma de suas marcas de trabalho político sempre foi o assistencialismo, agora colocou o médico dr. Ali Sami El Kadri como secretário da pasta, mas quem esta pastando, é o povo da cidade, como já postei aqui neste blog.

O que não falta, é dinheiro com esta arrecadação recorde na cidade, mas falta um melhor comprometimento político do alcaide.

A cidade em festa, e pessoas moradoras da cidade, pagadoras de impostos, sendo tratadas com este desdém. Reclamar pra quem????

segunda-feira, 21 de março de 2011

Deneval ganha mais uma ação na justiça

Davi Santana, assessor do vereador e presidente da Câmara de Poá (SP), Deneval Dias do Nascimento (PRB), me ligou a pouco, informando que o parlamentar recebeu mais uma vitória, onde ele se referia ao julgamento de recurso que ocorreu no Tribunal de Justiça.

O processo, era uma Ação Civil Pública, impetrada pelo Ministério Público do Estado, devido a possíveis irregularidades na contratação da ACM Assessoria e Consultoria Municipal, responsável pela elaboração e aplicação de provas de concurso público no ano de 2000, quando Deneval também era Presidente do Legislativo municipal, conforme publicou o blogueiro e jornalista, Leandro de Jesus em seu blog. Veja (http://poa-sp.blogspot.com/2011/02/exclusivo-vereador-deneval-dias-pode.html).

O processo o qual teve pedido de vistas, foi julgado hoje pela manhã, o qual foi concedida a vitória, segundo assessoria do vereador.

terça-feira, 15 de março de 2011

O jovem jornalista Eduardo Lyra lançará seu primeiro livro em Poá


Eduardo Lyra precisou superar a pobreza e a desconfiança para realizar um sonho de seu pai: ser jornalista. Hoje, aos 23 anos, é considerado um repórter revelação e lançará no próximo mês o seu primeiro livro

Veja matéria escrita por Viviam Turcato a qual foi veiculada no Jornal Diário do Alto Tietê no dia 13 de Março de 2011.

O jornalista Eduardo Lyra, de 23 anos, lançará seu primeiro livro "Dialogando com Lideranças" no próximo dia 9 de abril, às 21 horas, no Centro Cultural Taiguara, em Poá. A obra que nasceu graças ao trabalho de conclusão de curso na Universidade Mogi das Cruzes (UMC) conta com 246 páginas de entrevistas com 23 personalidades brasileiras, como o ex-presidente e senador Fernando Collor de Melo, a ex-senadora Marina Silva e o escritor Fernando Morais.

Para chegar até os personagens de seu livro, Lyra recorreu a uma de suas características mais marcantes: a persistência. O jovem luta contra o preconceito e desigualdade social desde pequeno. Nascido em Guarulhos, morou até os sete anos na favela da Cumbica. Filho único do vendedor Márcio Luiz, de 46 anos, e da dona de casa Maria Gorete Brito Lyra, 39, escolheu a profissão para realizar um sonho do pai, que sempre desejou ser jornalista. Porém, no primeiro dia de aula foi aconselhado por um professor a mudar de profissão porque, segundo ele, seu texto era "muito ruim". Hoje, eleito repórter revelação de 2010 pelo Instituto Itaú Cultural, já está produzindo o seu segundo livro (Jovens Falcões) e conta com o projeto para a terceira obra (Fenômenos).

Diário do Alto Tietê: Como surgiu a ideia para fazer este livro?
Eduardo Lyra: Em 2009, para um jornal laboratório da Universidade de Mogi das Cruzes (UMC) fiz uma entrevista com a repórter da Revista Época, Eliane Brum, que é detentora de mais de 40 prêmios de jornalismo. Neste encontro, que durou cerca de uma hora e vinte minutos, ela conseguiu mudar minha vida e provar que o jornalismo é a melhor profissão do mundo. Porque até então eu não era apaixonado de fato pela profissão. Mas ela conseguiu provar que o jornalismo é uma intersecção de mundos, porque é o teu mundo cruzando com o mundo de outro, porque quando alguém te conta uma história sem sair do lugar você faz uma viagem pela história da pessoa. Quando você volta desta viagem, você volta transformado pela experiência dessa pessoa. Depois desta entrevista, tive a certeza que tinha escolhido a profissão certa e que eu deveria passar a minha vida inteira fazendo entrevistas e contando as histórias de vidas das pessoas. Daí eu decidi fazer o livro de entrevistas com lideranças. Recebi muitos nãos, mas, determinado com este objetivo, consegui finalizar este projeto.


DAT: Mas se você não era apaixonado pela profissão, por que a escolha do jornalismo no vestibular?
Lyra: Eu escolhi por influência do meu pai, porque ele sempre quis ser jornalista e não teve a oportunidade de estudar. Ele disse para mim: "Filho, o pai sempre teve o sonho de ser jornalista e eu queria que você pudesse realizá-lo para mim". Segundo, porque sempre achei interessante a história das pessoas. Sempre tive disponibilidade para parar e ouvir e me encantar com as histórias. Essa relação de proximidade me fez entrar na faculdade de jornalismo. Mas eu queria ressaltar uma coisa: no primeiro dia de aula na UMC, eu tive uma grande decepção. Um professor pediu que todos os alunos entregassem um texto para ele. Eu fui o primeiro. O meu tema era sobre os jovens na sociedade. Ele leu e no final da aula disse: "Eduardo, você tem certeza que você quer ser jornalista? Muda de profissão, porque você é muito ruim". Peguei minha malinha, fui embora para casa e disse para minha mãe: "não quero mais ser jornalista, nunca mais vou pisar na faculdade". Minha mãe, que é uma dona de casa, se mostrou mais competente do que um doutor. Ela disse: "filho, seu professor não passa de um burro. Você tem um imenso potencial". E aquelas palavras da minha mãe me fizeram renascer. Mas vou ressaltar uma coisa: passei três anos na faculdade passivo. Porque aquelas palavras do professor fizeram feridas na minha alma. Ele me humilhou. No último ano eu mudei de posicionamento, porque não poderia passar quatro anos da universidade sem deixar um texto histórico relevante. Então decidi fazer este livro que nunca havia sido feito na história da faculdade. Decidi entrevistar pessoas que nenhum aluno sonhou em entrevistar. Porque o jovem é o grande potencial do mundo. Desde que ele acredite nele próprio. Eu acredito que 80% dos jovens brasileiros padecem de uma doença gravíssima: o descrédito. Tem jovem que não acredita que pode fazer algo de relevância. Quero provar isso com este livro: que o jovem tem potencial. Porque ele foi escrito por um jovem pobre, que morou em favela, que veio da periferia, que estudou a vida inteira em escolas com as carteiras quebradas, onde os professores não davam a mínima. Eles olhavam para mim e não me viam como um futuro escritor. Eles olhavam para mim e viam um futuro bandido, um futuro assaltante de banco.


DAT: Como você conseguiu entrevistar estas personalidades?
Lyra: Todas as entrevistas foram pedidas através de e-mail. No início deste projeto eu mandava o e-mail e as pessoas me respondiam que não poderiam me conceder a entrevista por falta de tempo. Eu pensei que eu tinha que fazer com que este projeto ganhasse respeito a nível nacional. Então eu acordei um dia e disse para a minha mãe que iria entrevistar os senadores Fernando Collor de Melo e Marina Silva. Então eu decidi ir a Brasília. Conversei com um vereador de Poá e fiz um acordo para ele pagar a viagem que eu pagaria com trabalho. Graças à ajuda de uma colega de faculdade que tem família em Brasília, consegui local para ficar. Cheguei a Brasília e fui direto para o gabinete da Marina. Coloquei o meu melhor terno, uma gravata boa e uma pasta para impactar. Fui recebido pelos assessores dela e me avisaram que seria impossível. Mas eu não desisti. Sentei no sofá do gabinete dela e quando a Marina apareceu dei um pulo e disse: "me chamo Eduardo, tenho 22 anos, sou estudante de São Paulo e vim aqui para lhe entrevistar". Ela disse: "gostei de você". Ela me atendeu por trinta minutos e consegui o que queria. Depois entrevistei o Collor e as entrevistas foram acontecendo.

DAT: Qual foi a entrevista mais marcante para você?
Lyra: De todas elas eu tirei experiência para a minha vida. Mas eu sempre li as obras do escritor Fernando Morais e eu passei um ano e dois meses tentando entrevistá-lo. Na primeira vez que eu liguei ele estava em Miami colhendo informações para o seu livro "Os últimos soldados da Guerra Fria" (Companhia das Letras). Ele pediu para eu ligar em janeiro. Liguei. Ele pediu para eu ligar em fevereiro. Liguei em março. E assim foi até novembro. Quando liguei em novembro ele me disse para eu retornar em dezembro, aí eu disse: "Fernando Morais, ou você me atende ou eu estouro a porta da sua casa e te entrevisto a força". Liguei no outro dia e marcamos a entrevista na casa dele, em Higienópolis. Quando eu saí do elevador e o vi um dos maiores jornalistas do Brasil com a mão estendida para me receber, que já entrevistou diversos presidentes, que vendeu milhões de livros, eu pensei: fui mais longe do que eu imaginava. Ele ficou comigo por três horas. Ele passou para mim a visão do jornalismo, do mundo.

DAT: O que você diria hoje se encontrasse aquele professor que disse para você mudar de profissão?
Lyra: Eu falaria para ele que ele mudou minha vida. Porque hoje eu consigo depreender o valor das decepções na vida de uma pessoa. Se eu não tivesse sofrido esta decepção, eu não teria me impulsionado a escrever um livro.

segunda-feira, 14 de março de 2011

Luiz Scaléa em Poá

Luiz Scaléa segurando o cão Tuco
Numa promoção da Ong Cão sem Dono, será realizada em Poá, no dia 16 de março, a palestra Posse Responsável e Legislação Animal, por Luiz Scaléa, uma das maiores autoridades do Brasil em relação à proteção da causa animal.

Por muitos anos, Luiz Scaléa apresentou o Late Show, ao lado de Luísa Mell, e é representante da Apasfa, Associação de Proteção Animal São Francisco de Assis. Há mais de 25 anos, trabalha na fiscalização de maus-tratos e abandono dos animais.  Entre seus trabalhos mais recentes e de grande repercussão na mídia nacional e internacional, está o resgate dos animais que perderam seus donos na tragédia de Teresópolis, Petrópolis e outras cidades serranas do Rio de Janeiro.

Na palestra, Luiz falará sobre os cuidados que os donos devem ter com seus animais, em relação à alimentação, abrigo, saúde, higiene, castração, educação e passeios. Também falará sobre as leis federais e estaduais de proteção animal existentes no Brasil e como utilizá-las para proteger um animal. Todo o trabalho de Luiz pode ser conhecido através do site http://www.luizprotecaoanimal.com.br/
O evento será no Centro Cultural Taiguara, Alameda Pedro Cali, 50 - Centro, Poá, das 13 às 15 horas. A inscrição pode ser feita na hora, gratuitamente. Será oferecida apostila no valor de R$15,00, referente à todo o conteúdo apresentado na palestra. Maiores informações podem ser obtidas com Sílvia, pelo celular 7259.9081, pelo e-mail Silvia@caosemdono.com.br ou no blog: silviacaosemdono.blogspot.com

Fonte: Assessoria de Imprensa

domingo, 13 de março de 2011

Yahoo divulga fotos do terremoto no Japão

A costa nordeste do Japão foi sacudida nesta sexta-feira por um terremoto de 8,9 graus de magnitude na escala Richter, que provocou um tsunami de dez metros de altura que arrastou carros e construções nas cidades litorâneas perto do epicentro. O número de vítimas ainda deve crescer. Muitas pessoas estão desaparecidas


Por causa do tsunami, a população japonesa foi orientada a deixar as áreas costeiras para terrenos mais elevados. Foram registrados incêndios em pelo menos 80 lugares, segundo a agência de notícias Kyodo
Cerca de 4,4 milhões de imóveis ficaram sem energia no norte do Japão, segundo a imprensa. Um hotel desabou na cidade de Sendai, e há temores de que haja soterrados.
A Cruz Vermelha disse em Genebra que a parede de água é mais alta do que algumas ilhas do Pacífico, e um alerta de tsunami foi emitido para toda a bacia do oceano, com exceção do Canadá e da parte continental dos Estados Unidos.
Veja fotos da destruição:
Foto: AP
A cidade de Ibaraki alagada após a passagem das ondas do tsunami.
Foto: AP
Refinaria em Chiba pegando fogo após o terremoto desta sexta-feira.
Foto: AP
A província de Myagi destruída e pegando fogo após o terremoto.
Foto: AP
Aeroporto de Sendai com carros e aviões destruídos após o terremoto e o tsunami.
Foto: AP
A cidade de Sendai alagada e pegando fogo após a destruição desta sexta-feira.
Foto: AP
Imagem de helicóptero da cidade de Sendai destruída após o terremoto e o tsunami.
Foto: AP
Casas que foram arrastas e derrubadas com a força das ondas do tsunami.
Foto: AP
Outra imagem de helicóptero mostrando a destruição na cidade de Sendai, no Japão.
Foto: AP
Imagem da TV japonesa NHK mostra fábrica alagada após ser atingida por tsunami.
Foto: AP
Ondas do tsunami atingem a cidade de Iwunuma e destroem casas à beira da praia.

sexta-feira, 11 de março de 2011

Noticias de Poá não será mais vendido, e o colunista Mário de Oliveira, vai virar blogueiro

Segundo Mário de Oliveira, o Marinho do jornal, colunista e futuro ex-colunista do o jornal poaensse Notícias de Poá, o mesmo, não será mais vendido, mas uma coisa é certa, Marinho irá virar bloqueiro, orkuteiro, facebuqueiro, disse ele a pouco a este blogueiro.

Liguei para o Silvio de Carvalho Filho, diretor proprietário do Jornal Notícias de Poá no telefone 4636-4142, o qual foi atendido pela Marilu, o qual informou que ele retornaria a ligação em 5 minutos.

Em seguida, foi feita a ligação para 4748-3949, ou seja, para JB Jornalismo e Publicidade, onde após 2 tentativas, o telefone não foi a atendido. Em seguida, foram feitas outras tentativas, mas o telefone só dava sinal de ocupado.

Novamente liguei para o Silvio, que conversou comigo.


NP Fica com o Silvio mesmo
Acabei de conversar com o Silvio, o qual disse que o jornal amanhã terá uma matéria interessante sobre polícia, onde uma viatura foi parar nas mãos do bandido. Vamos aguardar.

Mas o jornal continua sob sua direção, onde após ter sido anunciado a venda, pelo Silvio no twitter, veja: (http://adilsonsantosfotografo.blogspot.com/2011/03/silvio-anuncia-oficialmente-venda-do.html) e ainda confirmado pela Publiserve, veja recado deixado no blog:
Anônimo publiserv disse...

Caro Adilson,


a informação é procedente, realmente a JB Jornalismo e Publicidade LTDA adquiriu o Jornal Noticias de Poá.
O nosso objetivo é dar continuidade na linha adotada pelo Jornal, inclusive com a continuidade do Silvio no quadro de colaboradores, porém, com algumas alterações para melhor atender o leitor, com imparcialidade e responsabilidade editorial.


Publiserv
e-mail. contato@publiservi.com
Segundo ainda o jornalista Carvalho Filho, a jornalista Tatiata Pereira continua no jornal, cobrindo polícia.

Vamos aguardar o desfecho desta história, afinal, nos bates papos do pensadores políticos, e colegas da imprensa, a conversa era de que o jornal poderia ir para o controle do prefeito de Poá, Testinha.

Fica uma pergunta no ar. Será que o jornalista Silvio de Carvalho Filho, assumirá a Secretária de Comunicação, assim, como assumiu Aéssio Ramos Filho?

Lembrando que os proprietários de jornal Pedro Campos Fernandes e Fernando Fellippe. Já Wesley Campos, hoje é membro do Conselho Municipal de Turismo.