ÂNGULO PRODUÇÕES

ÂNGULO PRODUÇÕES
Serviço Profissional de Fotojornalismo e Vídeojornalismo - Informações Ligue (11) 2854-9643

sábado, 4 de abril de 2015

Uma foto, um olhar, uma cidade, uma vida, e um ato de cidadania

No dia 25 de junho de 2014, em um final de tarde, passando por um dos pontos turísticos da cidade, e local de grande circulação, vi que na rotatória Padre Eustáquio, no local que tem um grande mastro, estava faltando a bandeira. Esta bandeira brasileira tremulando aos ventos da cidade, já virou marco na cidade.

Claro que também faltavam muitas coisas na data desta foto. Faltava vagas de creches, + GCM, + Raio X no Hospital de Poá (onde não nasce + crianças), as obras do piscinão, que foi muito mudado e nunca terminava. Enfim, teria diversos motivos, de praças inacabadas, mas o que quero chamar a atenção, é para outra coisa. É visão da foto.

Nesta foto, percebi que a cidade precisava melhor, e melhor tendo nuvens um pouco espeça, podendo no meu olhar, termos dias melhores. Quando digo dias melhores, é para a cidade, ou seja, seus habitantes, o seu povo, que paga seus impostos, que tenha um lugar digno, calçadas e vias públicas transitáveis, ciclovias, sinalizadas, e não ligando nada a lugar nenhum.

Que a cidade tenha mais policias, agentes de trânsito, servidores público agindo com urbanidade, uma cidade com vagas de creches, entrega de exames não demorando seis meses, enfim, uma cidade tão digna, quanto o valor de nossos impostos pagos.

A esperança
Quando fiz a foto com o celular, eu tinha esperança de uma Poá melhor, pois uma cidade com sua alta arrecadação, já passou da hora, de ter um governo que pense e faça mais pelo povo. Ou melhor, fazer o básico necessário, pois uma cidade que tem um político, que tem a pachorra de dizer, que um pai de família não pode trabalhar, e usa de sua influência para tal. É o fim da picada. Já a outra política, também dissimulada, só vem conversar, quando lhe convém, achando que engana alguém. O povo esta de olho, e hoje temos as redes sociais.

Uma nova esperança renasce em Poá.
Uma nova esperança renasce na vida de cada Poaense.
Uma nova esperança renasce na vida de cada pessoa. Mesmo que inconscientemente, ou mesmo sabendo que a classe política fede, e não tem credibilidade, mas é nosso papel acreditar. Mesmo que haja decepção, mas o pior fica para quem decepciona o povo.

Eu acredito e vou continuar a acreditar no povo ordeiro, nos pais de famílias trabalhadores, nos comerciantes e profissionais liberais, nos empresários e no povo desta terra, que por vezes, pode até ter uma nuvem espeça, mas quando acreditamos na mudança, ela pode acontecer.

E o povo desta cidade, com certeza, espera dias melhores….

Quanto a mim, Adilson Santos, como cidadão, quero poder com o celular, como a foto acima, ou minha câmara de trabalho, quero continuar a exercer cidadania.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação e interação, o seu comentário será avaliado, para depois ser postado.

Continue postando os seus comentário.