ÂNGULO PRODUÇÕES

ÂNGULO PRODUÇÕES
Serviço Profissional de Fotojornalismo e Vídeojornalismo - Informações Ligue (11) 2854-9643

sábado, 26 de setembro de 2009

Índia sediará 62ª edição do Congresso Mundial de Jornais

Por Thiago Rosa/Redação Portal IMPRENSA

A Associação Mundial de Jornais (Wan) realizará, dos dias 30 de novembro a três de dezembro de 2009, a 62ª edição do Congresso Mundial de Jornais. O evento ocorrerá na cidade de Hyderabad, na Índia, e servirá para ampliar o debate sobre os prognósticos do mercado impresso em meio ao avanço das novas mídias. Mais de 1,5 mil representantes de veículos de todo o mundo são esperados para o encontro.

Divulgação
Ricardo Pedreira
O Congresso estava previsto para ser realizado entre os dias 22 a 25 de março deste ano, mas foi adiado pela WAN por conta da crise econômica que assolou diversos jornais em todo o mundo.

A Índia foi a escolhida para sediar o evento devido ao intenso volume de publicações jornalísticas. Dados da Associação Nacional de Jornais (ANJ) apontam que o país asiático é o campeão mundial em número de circulação, com mais de 2,5 mil veículos impressos.

"O Congresso Mundial é uma tendência em que se debatem práticas e aprofundam decisões. É fundamental para as empresas jornalísticas, que estão enfrentando um grande desafio imposto pela internet", avaliou o diretor executivo da ANJ, Ricardo Pedreira.

O jornal português I, lançado em maio deste ano e criado por Martim Avillez Figueiredo, promete ser uma das atrações do evento. O periódico é visto no mercado lusitano e europeu como um veículo com linha editorial voltada ao século 21, baseado na análise aprofundada das notícias e layout inovador.

Mesmo com o avanço de novas plataformas de tecnologia, Pedreira acredita em sobrevivência e atuação conjunta entre a mídia tradicional e veículos criados a partir da internet e demais ferramentas.

"Acredito que haverá convivência do impresso com outras plataformas tecnológicas. Estamos no meio de um processo intenso de revolução. Um evento como esse é importante para que os países apresentem diferentes interesses, levando em conta suas necessidades específicas".

Fonte: Portal Imprensa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação e interação, o seu comentário será avaliado, para depois ser postado.

Continue postando os seus comentário.