ÂNGULO PRODUÇÕES

ÂNGULO PRODUÇÕES
Serviço Profissional de Fotojornalismo e Vídeojornalismo - Informações Ligue (11) 2854-9643

sábado, 19 de junho de 2010

O CAMINHO DE UMA TRAGÉDIA

No dia 11 de junho, com uma hora de atraso, aconteceu uma Sessão Solene na Câmara da Estância de Poá, onde foram homenageados 11 pastores da cidade.

A data foi instituída por meio de projeto de lei de autoria dos vereadores Jeruza Lisboa Pacheco Reis (PTB) e Fernando Rodrigues Molina Júnior, o Júnior da Locadora (PV), data esta bem lembrada pois diversas igrejas comemoram no dia 14 de junho, o dia do pastor, e nada mais justo, de ter o reconhecimento do Poder Legislativo também.

A sessão foi muito emocionante, carregada de vários discursos, onde uns vieram do coração, e com certeza ficara em nossas mentes e coração, principalmente os que sairam das bocas dos sacerdotes. Já de alguns, será como dizia uma professora: Entou em um ouvido e saiu pelo outro.

MAS E O CAMINHO DA TRAGÉDIA?

Logo no final do evento, na hora de tirar umas das últimas fotos com os homenageados e autoridades, acabou a energia elétrica. Até ai tudo bem, acontece que na Câmara, por ser um local onde concentra um grande número de pessoas, tem que ter saidas e iluminação de emegência.

Nem um nem outro, a porta lateral com sempre trancada a noite, já as lâmpadas de emeregência, nõa funionou nenhuma. Olha só, nenhuma nem pra contar a história.

Um verdadeiro descaso, e ato de irresponsabilidade por um Poder Legislativo, que não esta de acordo com as legislações vigentes nesta área, onde tal fato, podia gerar um pânico, ou princípio de pânico, e acontecer uma tragédia.

Sem contar que no banheiro masculino, cai água da pia no chão, torneira esta quebrada já faz tempo, e um banheiro já fez até aniversário de quebrado.

EXECUTIVO, NÃO RESPEITA E IGNORA AUTORIDADES ECLESIÁTICAS DE POÁ

Já o Poder Executivo, juntamente com prefeito e secretários, foram convidados para prestigiarem o evento, e os pastores, que fazem um grande trabalho evangelíscito e social na cidade, mas não foram presitigiados, nem por funcionários de terceiro escalão.

Prefeito, vice-prefeito, secretários e diretores de departamentos do executivo municipal, nem ao menos enviaram um bilhete, justificando o evento.

Já em época de eleição, todos com certeza, procurarão novamente as igrejas evangélicas e seu povo, para pedir o seu voto, e usar mais uma vez, os evangélicos, como escada eleitoral.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação e interação, o seu comentário será avaliado, para depois ser postado.

Continue postando os seus comentário.