ÂNGULO PRODUÇÕES

ÂNGULO PRODUÇÕES
Serviço Profissional de Fotojornalismo e Vídeojornalismo - Informações Ligue (11) 2854-9643

terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Redes sociais contribuíram para a queda do ditador na Tunísia

Um forte movimento na internet foi responsável para acelerar o processo de renuncia do ditador tunisiano Zine Al-Abidine Ben Ali, que deixou o cargo na última sexta (14) em meio a violentos protestos. As plataformas foram várias de blogs a usuários do Twitter e Facebook. Grande parte das imagens utilizadas pelos grandes canais de TV de vários países saiu das redes sociais de ativistas da capital Túnis.

Em meio aos protestos bastava acessar o Facebook e Twitter para assistir a vídeos que mostravam a repressão e violência das forças de segurança do país. A censura dos meios de comunicação foi uma das marcas do ditador Ben Ali, inclusive com o controle de jornais e emissoras de rádio e televisão, deixando aos ativistas, a internet como única forma de expor o que acontece por lá.

Fonte: Portal Imprensa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação e interação, o seu comentário será avaliado, para depois ser postado.

Continue postando os seus comentário.