ÂNGULO PRODUÇÕES

ÂNGULO PRODUÇÕES
Serviço Profissional de Fotojornalismo e Vídeojornalismo - Informações Ligue (11) 2854-9643

sábado, 3 de abril de 2010

Assista o vídeo do momento do acidente com um avião da Esquadrilha da Fumaça em Lages. O piloto morreu na hora.

Milhares de pessoas acompanhavam o show da Esquadrilha da Fumaça no aeroporto de Lages

Uma apresentação da Esquadrilha da Fumaça, grupo de acrobacias da Força Aérea Brasileira (FAB), terminou em tragédia ontem à tarde em Lages. Um dos sete aviões caiu durante uma manobra. Na explosão, o piloto morreu.

Oacidente aconteceu às 17h25min, logo após o início do show em comemoração aos 68 anos do aeroclube da cidade. Milhares de pessoas assistiam às manobras nos arredores do aeroporto de Lages. Após a queda e o incêndio, dezenas de espectadores correram para o ponto da explosão na tentativa de salvar a vítima, o capitão Anderson Amaro Fernandes. Algumas estavam a 300 metros de onde o avião caiu.

As equipes de resgate apagaram as chamas. Militares reforçaram o esquema de segurança e precisaram dispersar o público para que os outros seis aviões da esquadrilha pudessem descer. Eles levaram 15 minutos para desobstruir a pista.

Uma hora depois do acidente, o capitão Alexandre Ribeiro ainda estava trêmulo. Ele participou da apresentação.

– Estou me esforçando para manter o equilíbrio. Não é fácil perder um irmão em um acidente de trabalho – disse.

Muitas pessoas que assistiam à apresentação choraram. O mecânico Alexandre Bitencourt, 36 anos, que levou duas crianças, uma de cinco e outra de oito anos, para ver o show, era uma dos que estavam assustados com o acidente.

– Estou chocado até agora. É difícil acreditar no que aconteceu – disse.

O comerciário Volci Viera de Souza, 49 anos, saiu de Florianópolis para aproveitar o feriado com parentes. Chegando a Lages, soube da apresentação e não quis perder. Levou o filho de oito anos.

Até ontem à noite, a pista do aeroporto de Lages estava fechada e cercada por militares – o terminal não recebe voos regulares, só fretados. Um avião era esperado para recolher os destroços, que devem ser usados na investigação do acidente. As causas são desconhecidas.





Fonte: Zero Hora

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação e interação, o seu comentário será avaliado, para depois ser postado.

Continue postando os seus comentário.