ÂNGULO PRODUÇÕES

ÂNGULO PRODUÇÕES
Serviço Profissional de Fotojornalismo e Vídeojornalismo - Informações Ligue (11) 2854-9643

sábado, 1 de agosto de 2009

Speedy, o péssimo serviço da Telefônica

Já passou da hora da população de São Paulo, a qua usa o speedy, sistema de banda larga da internet tomar uma atitude séria, sobre o péssimo serviço que a Telefônica tem prestado.

Ela esta fazendo uma tremenda propaganda enganosa na televisão, onde diz que esta melhorando os serviços. Mas o que temos visto, é um péssimo serviço oferecido por esta empresa.

Já passou da hora de cobrarmos das autoridades, reclamar nos Procons e Associações, ou seja la qual mecanismo for, para que se tome uma providência séria sobre isto.

A empresa vendeu, vendeu, vendeu e não investiu. É como se fosse um cano de água de uma polegada, onde foi projetado para serem ligadas 10 torneiras, e vão ligando mais uma, mais uma, mais uma, mais uma e quando vai ver, a quantidade de torneiras não tem condição de atender a quantidade de demanda, do que foi vendido.

Veja o que diz matéria da Folha de São Paulo

Usuários do Speedy relatam oscilação na banda larga em São Paulo


MARINA LANG
da Folha Online

Usuários do serviço de banda larga Speedy reclamaram de lentidão e falta de conexão à internet durante a tarde desta quarta-feira (29). As reclamações, feitas por intermédio do serviço de microblogs Twitter e por relatos à reportagem, foram rebatidas pela assessoria de imprensa da companhia.

"A região inteira está com problemas na conexão. Mas [pelo atendimento ao cliente] eles não informam isso. Entrei em contato com vários amigos meus e com um técnico, e todos estão sem internet", relata o locutor de rádio on-line Flávio Ribeiro do Val Marques, 39, que reside na cidade de Votuporanga (521 km de São Paulo). No momento em que conversava com a reportagem, a conexão oscilou novamente e caiu. "Não consegui botar nada no ar, a conexão some."

Segundo ele, o atendimento automático da Telefônica informou que o problema seria solucionado até 19h. "Toda a vez que a gente vê o país à mercê de gente sem escrúpulo e que não respeita as leis, ficamos indignados", desabafa.

No Twitter, muitos usuários também reclamavam de lentidão e oscilação na conexão do Speedy no decorrer da tarde de hoje.

"A internet do escritório só voltou agora, 27 horas depois. O Speedy parou de funcionar, como de custume. Telefônica el Paraguay es acá! [sic]", disse um internauta. Outro questionou: "Vem cá, o Speedy da Telefônica vai ficar caindo a cada 20 minutos, é? Tem gente aqui querendo trabalhar!"

Medidas

No dia 17 de julho, a Telefônica anunciou a reestruturação do serviço de banda larga. A partir disso, o usuário terá estabilidade na conexão, nas palavras do diretor executivo de rede da companhia, Fabio Michelli. Além do planejamento técnico, a empresa também articula mudanças com o intuito de melhorar as vendas e o atendimento ao cliente.

O plano veio como resposta à medida cautelar emitida pela Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) no dia 22 de junho, que suspendeu as vendas do Speedy. A empresa informou também que contatou a agência formalmente, pleiteando a retomada da comercialização do serviço de banda larga.

Entretanto, ontem, a Anatel informou que não estava convicta de que as medidas foram suficientes, e manteve a proibição da venda do Speedy, até que a Telefônica tome novas providências para melhorar a prestação do serviço.

Procurados pela Folha Online, a assessoria de imprensa e o serviço do atendimento ao cliente informaram que não houve registros de problemas na conexão.

Fonte: Link: http://www1.folha.uol.com.br/folha/informatica/ult124u602144.shtml


Pressionada por vereadores, Telefônica promete resolver falha no Speedy

Por Pedro Ferreira

Em reunião com vereadores da Comissão de Assuntos (CAR) das Concessionárias da Câmara Municipal de Ferraz de Vasconcelos (SP), o gerente de Assuntos Institucionais da Telefônica João Francisco Carvalhaes admitiu que a empresa apresenta falha, sobretudo, em relação ao serviço de banda larga (Speedy) nos 622 municípios paulistas onde a empresa opera. Porém, segundo ele, essa dificuldade na conexão vem sendo sanada e caso aconteça será de forma pontual e não generalizada. Na atualidade, de acordo com ele, o Speedy é usado por mais de 2,5 milhões de usuários, em São Paulo. Aliás, o principal foco da empresa é melhorar esse sistema.


Já em Ferraz, esse percentual, no tocante, a banda larga atinge 7.209 de clientes, o que corresponde, proporcionalmente, a 17% por cada 100 mil habitantes, quase o mesmo patamar de São Paulo, com 17,8% e muito superior ao restante do País, com apenas 8,7%. Além disso, na telefonia fixa, a Telefônica possui mais de 11,2 milhões de linha beneficiando, com isso, 40 milhões de moradores paulistas, sendo que em Ferraz, existem 33.426 mil linhas (29.922 residenciais), 17 para deficientes físicos, quatro para deficientes auditivos e 660 orelhões para uma população segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de 176 mil habitantes.


João Francisco disse ainda que a Telefônica é uma empresa séria, tem cerca de 70 mil funcionários no País e, portanto, está aberta para conversar com seus milhares de clientes. Para ele, o encontro com os vereadores da CAR serviu para estreitar o relacionamento entre as partes. Cobrado pelo vereador Silas Faria de Souza (PDT), que presidiu os trabalhos na ausência do titular Luiz Fábio Alves da Silva (PSDB), o Fabinho, que por motivo superior não pôde comparecer, o gerente prometeu também viabilizar investimento na área social do município por intermédio da Fundação Telefonica. Para tanto, Silas Faria deve falar nos próximos com a secretária da Educação Roseli Morila para tratar sobre o assunto.


O representante da concessionária de telefonia acrescentou ainda que deverá ser feito um mapeamento dos telefones públicos no município. Na apresentação, além de Silas Faria, os parlamentares Vagner Vallet Ninck (PSB), o Pastor Vagner, Willians Santos (PPS), o Willians do Gás, Edson Elias Khouri (PSB), o Edson Cury, o vereador licenciado a atual secretário municipal da Segurança Pública e Mobilidade Urbana Antonio Carlos Alves Corrreia, o Tonho e o técnico do Procon local Michel Reche Beraldo criticaram o péssimo atendimento oferecido pela Telefônica no município. No final, gentil como sempre, Silas Faria agradeceu a presença do gerente da empresa e demais participantes.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Câmara de Ferraz de Vasconcelos


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação e interação, o seu comentário será avaliado, para depois ser postado.

Continue postando os seus comentário.