ÂNGULO PRODUÇÕES

ÂNGULO PRODUÇÕES
Serviço Profissional de Fotojornalismo e Vídeojornalismo - Informações Ligue (11) 2854-9643

sábado, 22 de agosto de 2009

A verdadeira Ex Poá

A verdaderia Ex Poá - Exposição de Orquídeas e Plantas Ornamentais de Poá



A ExPoá ou Ex-Poá com o seu modelo que começou, quem é da cidade (NEM VOU ENTRAR NESTE MÉRITO SE SOU OU VOU OU VENHO PARA A CIDADE - POIS EU E MEUS AMIGOS E ALGUNS COLEGAS, SABEM O QUE POSSO CONTRIBUIR PARA A CIDADE). Mas voltemos ao tema em tela.

A real Exposição de Orquídeas e Plantas Ornamentais, a qual teve o seu modelo real, para uma festa populista, começou a ser descaracterizada, quando foi criada a Praça de Eventos Lucilia Gomes Fellipe, criada pelo prefeito Eduardo Carlos Fellipe. (Obs. Se eu fosse um idiota de plantão, poderia usar este link de pensamento aqui, para acusar, ofender, e igualar ao então prefeito, pessoas que trabalharam em sua equipe, sejam concursados e comissionados). Mas vamos em frente.

Quem é de Poá (Uma cidade sem história e registro dos fatos) lembra que Festa de Orquídeas e Cactos que começou no então onde é o estacionamento do Banco Bradesco, onde passou por alguns locais da cidade, entre eles o Ginásio (único) de Esportes Américo Franco Júnior, e também no COTEBA. Onde as familias iam para ver os grupos musicais, bandas, e entre as atrações artisticas, tinha aquela faquir e mágico em Poá, que foi tema do Programa Caso Verdade (se não me engano) na TV Globo.

A Prefeitura, deve através da Secretaria de Cultura e Turismo (a meu ver) fazer uma consulta popular na cidade, e através da opinião pública, achar a verdadeira vocação da festa na cidade, com valorização do artesanato local, fazer um festival de gastronomia, onde os bares, lanchonetes e restaurantes, juntamente com o Associação Comercial - SEBRAE de Mogi (em Poá fechou) e Secretaria de Industria e Comércio, onde neste festival mostrar a gastronomia da cidade, a qual se não tiver, criar uma identidade.

Já os taxistas, bancas de jornal, e alguns outros profissionais liberais, também podem ser orientados, para quando o visitante, ou até mesmo o trabalhador, que só fica na cidade no final de semana, pode ser orientado sobre a festa, com um atendimento profissional e educado.

Os alunos da Rede Pública de ensino, tem que também serem orientados, onde são um canal de comunicação e formador de opinião no lar, onde orientam seus pais, e desde já vão sendo ensinados a praticar cidadania.

A cidade tem que ter (a meu ver) um Orquidário Municipal - Com convênio com alguma faculdade nesta área, de preferência pública - Já pensou um Orquidário na cidade mantido pela USP ??? E tal fato não é utopia, basta fazer um convênio com o governo do estado.

Neste Orquidário Municipal, os alunos de toda rede de ensino poderiam ter aulas de biologia, e visitas do cidadão poaense e turista(s).

Claro que precisa ser melhorada as calçadas, as árvores de Fico que destroem as calçadas, teriam que ser substituídas.

A sinalização turística, é um fato importante, tem que ter também, não somente na cidade, mas nas cidades do Circuito Turístico Caminho das Águas e Nascentes, como nas rodovias, sinalizando que existe na região, a Fonte Áurea Poá - Água Poá.

O artesão, e o artesanato tem que ter sim também, uma atenção especial, não pano de prato e outras bugigangas, mas o real artesanato, vindo do barro, da madeira, e outras matérias prima. Onde tem que ser olhado com atenção, e juntamente com o governo local, envolvendo secretarias competentes e o SEBRAE (que tem um departamento especializado para isto) fazendo um estudo detalhado para tal.

Inventário
Faz parte também, pois não se começa construir uma casa sem uma bom projeto, pode até começar a construir, mas o problema virá com certeza. A cidade tem que fazer um inventário, e também pode ser feito um convênio com uma universidade.

Os artistas locais
Tem, que ser melhor qualificado, e não fazer um festival e dar a eles um CD meia boca, sem estar dentro das legislações e normas de procedimento correto para tal. Onde deve ser feito também, junto com as secretarias competentes do governo municipal, e o SEBRAE.

Capacitação de Jovens e Adultos

Existe programas do governo, onde existe verbas e tem como ser feitos convênios, onde a nossa região já foi detectada, que falta uma mão de obra capacitada, para atender esta demanda do mercado. Porém, o que tem que ser feito com urgência, é capacitação de jovens e adultos, para atender esta demanda e preparar a região para a copa de 2014 (Onde eu já apresentei um protocolo de idéia para o Grupo Gestor de Turismo - Prefeito de Poá - Câmara de Poá - Presidente da AMAT).

Após este começo de procedimento, e Audiências Pública, a cidade ja tem o norte.

Adilson Santos - Aprendeu um pouco de Turismo, quando em cargo comissionado em Curso da FGV / SP

Sendo membro da Capitão Extendida (Governo de São Paulo) e Censelheiro de Turismo de Póa, trouxe para a cidade, o Selo Disque 100 - Combate a Pedofilia e Turismo Sustentável - sendo a primeira cidade do estado a receber o selo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação e interação, o seu comentário será avaliado, para depois ser postado.

Continue postando os seus comentário.