ÂNGULO PRODUÇÕES

ÂNGULO PRODUÇÕES
Serviço Profissional de Fotojornalismo e Vídeojornalismo - Informações Ligue (11) 2854-9643

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

Pirataria também corre solto em Poá, e autoridades não fazem nada

A pirataria, presente em grande cidades do pais, não é diferente na bucólica Estância Hidromineral de Poá (SP). E não adianta ligar no Departamento de  Fiscalização da prefeitura, o qual este blogueiro já fez isto por diversas vezes, mas esta provado que não adianta mesmo, como mostra a foto feita de telefone celular, sábado dia 18 de fevereiro de 2012 às 14h48.

Isto mostra a falta total de capacidade do prefeito Francisco Pereira de Sousa (PDT), o Testinha, o qual não administra a cidade de forma séria, pois permite este tipo de contravenção na cidade. Porque será?

Testinha que esta em seu terceiro ano de governo, e ano de reeleição, já passou do tempo de tomar providências sobre este e outros problemas da cidade. Mas prefere reformar praças, colocar alguns aparelhos de ginástica, mas neste quesito, e outros, deixa a desejar.

Resta saber dos fiscais do executivo, ou seja, os vereadores da cidade. O que acham desta situação, pois tem até legalista ocupando cadeira na câmara da cidade, e no meu entendimento, eles tem que mostrar para a sociedade poaense, qual sua opinião sobre isto.

Pois para mim, uma cidade que faz manobra com a Guarda Municipal, onde segundo informou esta pronta para uma ação de ataques terroristas, mas não combate o terror da pirataria, alguma coisa esta errada, ou então, perdi meu senso de visão cidadã.


Ouça a reportagem da Agência Brasil, sobre a ligação que tem pirataria com o narcotráfico



Presidente do Sindireceita diz que pirataria é mais lucrativa do que o narcotráfico

A campanha do Sindireceita "Pirata, tô fora! Só uso Original" foi a vencedora do Primeiro Prêmio Nacional de Combate à Pirataria, concedido pelo Conselho Nacional de Combate à Pirataria e Delitos contra a Propriedade Intelectual, do Ministério da Justiça. Em entrevista a Walter Lima, a presidente do Sindireceita, Silvia Felismino afirmou que o combate a pirataria no Brasil é difícil porque é um crime socialmente aceito.

Click e Ouça:

Adilson Santos, com áudio reportagem da Rádiogência Nacional - Apresentação Walter Lima

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação e interação, o seu comentário será avaliado, para depois ser postado.

Continue postando os seus comentário.