ÂNGULO PRODUÇÕES

ÂNGULO PRODUÇÕES
Serviço Profissional de Fotojornalismo e Vídeojornalismo - Informações Ligue (11) 2854-9643

sexta-feira, 20 de maio de 2011

Naco Fantasia questiona vereador Lauriston Barros sobre a mudança que ele quer fazer na lei que prestigia os cantores da cidade

Naco Fantasia questiona vereador Lauriston Barros em carta para toda mídia. Vamos ver quem irá publicar. 


Segue o material recebido abaixo.

Na última sessão da Câmara Municipal de Poá, o vereador Lauriston Barros (PV) apresentou o projeto de lei Nº 10/2011 revogando a lei Nº 2618/97 que obriga a Prefeitura Municipal de Poá (SPO a realizar a apresentação de artistas e grupos musicais da cidade, antes dos Shows que abrilhantam as festas do município.

O direito de ter sempre músicos da cidade se apresentando antes dos grandes shows foi uma luta iniciada em 1993, quando o grupo Fantasia começa a fazer sucesso regional, mas, não consegue espaço para se apresentar em Poá, sua cidade. No ano de 1997, é aprovada a lei 2618 promulgada pelo prefeito Jorge Allen, porém ainda não havia um mecanismo legal que organizasse essas apresentações, que não aconteceram.

Em 2000 é formada a Associação de Artistas, Produtores e Locutores de Poá com a participação de mais de cem artistas da cidade que reforça a luta para ter direito a se apresentarem nos palcos poaenses. Como proposta principal surgiu a idéia de se fazer um festival de música que oficializasse a participação das apresentações de acordo com a classificação obtida em um festival de música. Essa atitude evitaria os famosos arranjos, onde os amigos do prefeito e apadrinhados seriam os que se apresentariam nos shows.

Foi uma grande vitória, quando em 2001, o prefeito Eduardão promulgou a lei criando o Festival de Música de Poá. Porém só em 2005 aconteceu o primeiro festival de música passando a garantir o espaço de apresentação dos músicos poaenses. Foram muitos anos de lutas dos artistas da cidade para que o poder público reconhecesse o nosso trabalho e abrisse um espaço de direito para os artistas poaenses.

Não podemos aceitar agora, que o vereador Lauriston, que nunca contribui para o fortalecimento das artes na cidade e nem tenha conhecimento de toda essa história, venha com um projeto de lei descabido, acabar com as poucas oportunidades que o poder público poaense oferece aos seus artistas.

Revogar a lei 2618/97 é um retrocesso. É dizer aos músicos poaenses e às suas famílias - que se sentem orgulhosas quando os vêem brilhando nos palcos - que eles não têm direitos de participarem dos shows que ajudam a pagar.

Lamentavelmente, nas alegações do vereador, há a afirmação de que segue orientação da Secretaria de Cultura, comandada pelo Sr. Douglas Aspásio. Em tese a secretaria de cultura deveria defender os artistas da cidade, já que no plano de governo do então candidato Testinha, havia a promessa de valorização desses artistas. Só o que se vê é a contratação de diversos shows milionários e a desvalorização dos nossos artistas.



Atenciosamente
Naco Fantasia


Fotos: Adilson Santos / Assessoria da Câmara de Poá / Jornal do Município / Julien Pereira - Secretaria de Comunicação de Poá

Um comentário:

  1. Fala sério tantos artistas Poaenses não são aproveitados nas Festas da nossa cidade,e meu caro Vereador voce devria se preocupar mas com a cidade do que em tirar a vitoria dos Artitas Poaenses, olhe a sua volta Poá prescisa de Vereadores que façam a diferença e não demagogia,afinal os Vereadores ganham para que mesmo????

    ResponderExcluir

Obrigado pela sua participação e interação, o seu comentário será avaliado, para depois ser postado.

Continue postando os seus comentário.