ÂNGULO PRODUÇÕES

ÂNGULO PRODUÇÕES
Serviço Profissional de Fotojornalismo e Vídeojornalismo - Informações Ligue (11) 2854-9643

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Procuradoria Geral do Estado da Paraiba tenta suspender proibição apostas do jogo do bicho, pois la é o único estado brasileiro onde o jogo do bicho é considerado legal


Sexta, 25 de Fevereiro de 2011 08h06 
Por Priscylla Meira, do jornal O Norte 

A situação dos "cambistas", que registram as apostas do tradicional jogo do bicho na Paraíba, ainda é de indefinição. A Procuradoria Geral do Estado (PGE) entrou com um Agravo Regimental na tarde de quinta-feira, dia 24, pedindo a suspensão dos efeitos da liminar que foi emitida pelo Tribunal Regional Federal (TRF) da 5ª região, proibindo a Loteria do Estado da Paraíba (Lotep) de autorizar jogos de qualquer espécie.

O coordenador administrativo-financeiro da Lotep, Flávio Chaves, afirmou que o órgão ainda não foi notificado oficialmente sobre a decisão do TRF, mas explicou que a Lotep decidiu pedir a suspensão da liminar antecipadamente, para evitar que os estabelecimentos que registram os jogos sejam fechados. "A decisão emitida pelo tribunal é provisória, pois o mérito da ação ainda não foi apreciado, mas já estamos tomando as medidas judiciais necessárias para impedir essa ação", disse.

A notícia sobre a proibição do jogo do bicho causou insatisfação entre os cambistas que trabalham registrando as apostas, mas o hábito dos apostadores, que diariamente recorrem à sorte para tentar ganhar um dinheiro extra, parece não ter sido modificado após o anúncio. O aposentado José Muniz tem 88 anos de idade e diz que desde que era criança faz apostas no jogo do bicho. "Não tem como mudar uma coisa que já virou costume na sociedade. Eu jogo desde pequeno e não vou parar de jogar. Não nego que gasto boa parte do meu dinheiro no jogo, é mesmo um vício, mas não pretendo parar com um hábito que já tenho há mais de 70 anos".

A Paraíba é o único estado brasileiro onde o jogo do bicho é considerado legal. As apostas se tornaram um hábito diário para centenas de paraibanos, que envolve ainda a superstição de pessoas que interpretam sonhos ou escolhem as dezenas das apostas a partir da escolha dos 25 animais disponíveis na tabela. Apesar de ser considerado ilegal, estados como Pernambuco utilizam extrações dos números premiados pela Lotep-PB como resultado oficial para as apostas registradas no estado. O presidente da Lotep, Fábio Carneiro, afirmou que o Estado pode ir até o Superior Tribunal Federal (STF) se for preciso, para discutir o caso.

Fonte: O Norte On Line / http://www.onorte.com.br/noticia/135440.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação e interação, o seu comentário será avaliado, para depois ser postado.

Continue postando os seus comentário.